Cadastre-se

A sutil arte de ligar o foda-se: Mark Manson

A sutil arte de ligar o foda-se é um livro que me chamou a atenção pelo título. Nele o autor Mark Manson utiliza uma linguagem informal para abordar assuntos que para muitos são considerados tabu. Talvez a autenticidade do autor ao escrever sobre temas assim, justificam o sucesso desse livro.

Segundo o autor, ou você se preocupa tanto em fazer a coisa certa o tempo todo que começa a se preocupar com o seu nível de preocupação. Em outras palavras, ficamos mal por estarmos mal, nos culpamos por nos culparmos.

Lei do esforço invertido

O autor nos apresenta a “lei do esforço invertido” do filósofo Alan Watts. Segundo essa lei, quanto mais tentamos nos sentir bem o tempo todo, mais insatisfeitos ficamos, pois a busca por alguma coisa só reforça o fato de que não a temos.

De acordo com Manson, tudo que vale a pena na vida só é obtido ao superar o sentimento negativo associado a ele. Sobre a maturidade, ele escreve que acontece quando aprendemos a só ligar para o que realmente vale a pena.

A felicidade é um problema

O autor tem uma abordagem bastante polêmica em relação a dor, ele diz que a única forma de superá-la e aprendendo a suportá-la. Devemos parar de tentar resistir à dor e à perda pois são inevitáveis.

Ele faz outra revelação, diz que os problemas nunca somem, eles só diminuem e por isso ao solucionarmos um iniciamos outro. Por isso a felicidade está na resolução de problemas.

Qual dor você quer na vida ou prefere tulerar?

A felicidade exige esforço e ela se origina dos problemas. por isso pense bem. Pelo que está disposto a lutar?

Para empreender é necessário encontrar um jeito de avaliar o risco, a incerteza, a quantidade insana de horas dedicadas a algo que pode não dar em nada. Por isso não há vitória sem dor.

O novo padrão de fracasso

Ser uma pessoa “normal” é o novo padrão do fracasso. O importante não é avaliar uma pessoa como ela vê as experiências positivas, e sim as negativas. Só assim podemos medir o verdadeiro valor da pessoa.

Aquele que nutre um boa autoestima enxergar partes negativas de si mesmo com honestidade. O arrogante, porém, é incapaz de reconhecer os próprios problemas.

A tecnologia contribuiu para a resolução de antigos problemas econômicos, mas trouxe novos problemas psicológicos. A internet disseminou a insegurança, a incerteza e a vergonha.

Por isso, a percepção e a aceitação da sua existência banal, vai te libertar para realizar tudo aquilo que fizer, sem gerar uma expectativa alta demais.

Autoconsciência – ligue o foda-se

A primeira camada de consciência está ligada a compreensão a das suas emoções: o que te faz feliz, triste e te dá esperança.

A segunda é a capacidade de perguntar o porquê de certos sentimentos: o que você considera fracasso e sucesso. Os nossos valores determinam o parâmetro segundo o qual avaliamos as outras pessoas e nós mesmos.

Devemos tomar cuidado em concentrar energia em prazeres superficiais, pois, eles nos leva a ansiedade, instabilidade emocional e tristeza extrema. Então, às vezes é melhor admitir que a vida é uma droga mesmo, e a atitude mais saudável é admitir isso.

Momentos marcantes

Os momentos mais marcantes e mais alegres, são os que desempenhamos atividades estressantes, e desagradáveis que nós trouxeram inúmeros problemas, mas depois de concluídos, olhamos para trás, e eles nos parecem os mais bonitos.

Muitas vezes a diferença entre um evento doloroso e um poderos é a sensação de que escolhemso passar por aquilo, e por isso somos responsáveis pelo nosso destino. Quando acreditamos qeu escolhemos nossos problemas, nos sentimos emmpoderados.

ligue o foda-se na mudança

Para mudar, basta escolher com o que se importar. Nós escolhemos a cada momento com quais coisas nos importamos. A certeza é a inimiga do crescimento. Nada é certo até acontecer, e mesmo assim não deixa de ser questionável.

Significado é a associações mental entre dois ou mais eventos. Tudo o que vivemos, gera novas associações e conexões mentais. É impossível aprender algo, se não partimos da ignorância. A incerteza é a raiz de todo crescimento e progresso.

Para mudar a própria vida de forma significativa é preciso avaliar valores diferentes sem necessariamente adotá-los. Quando falhamos, temos a possibilidade de atingir a excelência em algo. Se recusa a correr o risco, não está disposto a ser bem sucedido.

Liberdade

A liberdade em si não tem nada de significativo, além de nos dar a oportunidade de contarmos um significado maior. Para valorizarmos algo, precisamos rejeitar alguma coisa. Se nos importamos com alguma coisa, valorizamos uma outra.

Um dos efeitos colaterais da honestidade é a obrigação de ouvir e dizer “não”. Por isso devemos assumir a responsabilidade e não jogar a culpa de nossos problemas nos outros. As pessoas se declaram especialistas, autoridades em qualquer assunto, sem qualquer experiência real de vida.

Atos de amor só são válidos se livres de condições de expectativas. O mais importante é se importar com o outro e não se importar com tudo que importa o outro. A dor dos nossos relacionamentos é necessária para consolidar a confiança e produzir uma intimidade maior.

A confiança é o ingrediente mais importante em um relacionamento, pela simples razão de que sem ela o relacionamento não significa nada. Se possível evite escolha qualquer coisa. Tente manter suas opções em aberto o máximo de tempo possível.

Conclusão

Com o que você escolhe se importar? Essa é a pergunta a ser feita. Embora não sejam sinônimos, responsabilidade e culpa, costumam caminhar juntas em nossa cultura.

Em geral, nos tornamos mais fortes, resilientes e equilibrados, no sofrimento. Pois as mudanças mais radicais, acontecem depois das piores experiências. Somos impulsionados para a frente, quando todo resultado possível é considerado um progresso e tem seu valor.

Gostou do conteúdo? Então deixe-nos saber, e faça seu comentário abaixo.

About Author

Marcos

Empreendedor e docente, é formado em Marketing, especialista em Gerenciamento de Projetos pelo IETEC, MBA em Gestão de Negócios pela UNA.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *